Whey protein – benefícios muito além do esporte!

O aumento do consumo de proteínas de boa qualidade, sempre levando em consideração o todo da alimentação do indivíduo, promove diferentes benefícios para a saúde, tais como o aumento da sensação de saciedade, a hipertrofia, a prevenção de sarcopenia em idosos (além de reduzir o risco de quedas e fraturas) e o auxílio na redução de gordura corporal com preservação da massa magra. Além disso, alguns estudos abordam o efeito termogênico que uma alimentação mais rica em proteínas pode promover ao organismo.

whey protein,
O whey protein, conhecido como proteína do soro do leite, é obtido através de um processo de filtração, é separado em duas frações: uma, para a formação de concentrados, e outra, de isolados. A fração concentrada do soro do leite, normalmente, é caracterizada por um teor proteico de 20 a 90% de proteínas e quantidades significativas de lactose, gordura e outros componentes. Porém alguns processos tecnológicos permitem a retirada de alguns desses compostos, como a lactose, obtendo produtos mais puros e com menor grau de probabilidade de causar intolerâncias.

A sua maior aplicabilidade é na nutrição esportiva, usado para a melhora da força muscular, principalmente, visando à hipertrofia. Um estudo recente (2018) avaliou os efeitos da suplementação de whey protein (WP), utilizado imediatamente antes e após um modelo de treinamento resistido de exercícios, sobre a massa muscular e esquelética, a força e a capacidade funcional em mulheres idosas, para isso, 70 mulheres com idade superior a 60 anos foram, aleatoriamente, separadas em grupos suplementados com proteína do soro do leite, antes e após o treinamento, e com placebo. Cada grupo ingeriu 35 gramas de WP ou placebo, com uma duração de 12 semanas de intervenção.

Foram avaliados parâmetros de composição corporal, força muscular, capacidade funcional e ingestão alimentar pré e pós-intervenção. O principal achado, ao analisar os resultados, foi que a suplementação com WP aumentou a força muscular, melhorou a composição corporal de massa magra e potencializou a capacidade funcional em idosas que realizaram sessão de treinamento resistido, principalmente, no período pós-treinamento.

 

REFERÊNCIAS

PASCHOAL, V.; NAVES A. Tratado de Nutrição Esportiva Funcional. São Paulo: Roca, 2014.

NABUCO, H.C.G. et al. Effects of Whey Protein Supplementation Pre- or Post-Resistance Training on Muscle Mass, Muscular Strength, and Functional Capacity in Pre-Conditioned Older Women: A Randomized Clinical Trial. Nutrients, v.10, n.5, p.563, 2018.

LIAO, Y. et al. Prospective Views for Whey Protein and/or Resistance Training Against Age-related Sarcopenia. Aging and Disease, v. 10, n. 1, p.157–173, 2019.

MOLLAHOSSEINI, M. et al. Effect of whey protein supplementation on long and short term appetite: A meta-analysis of randomized controlled trials. Clinical Nutritional ESPEN, p.34-40, 2017.

Related Post
New Millen participa do #NE2018, maior congresso de nutrição esportiva do Brasil
Proteínas e Carboidratos: combinação para otimizar a síntese muscular
Suplementação de whey protein para mulheres: eficácia no ganho de massa magra
Diferentes tipos de proteínas x Absorção intestinal