Hoje, sabemos que a maioria das doenças e alterações metabólicas, desde a obesidade até a depressão, tem como base etiológica a inflamação de baixo grau crônica, que está associada com o estresse oxidativo e com o aumento de diversas substâncias que perpetuam esse quadro inflamatório. Por isso, encontrar formas de reduzi-la é contribuir para o aumento de nossa longevidade, porém com maior qualidade de vida, visto que as doenças crônicas podem levar à incapacidade e redução da sensação de bem-estar das pessoas.

Um dos compostos bioativos com grande evidência científica de seus benefícios na literatura é a curcumina, um polifenol encontrado na cúrcuma. Esse rizoma tem origem na China e possui extenso histórico de uso para melhora de quadros inflamatórios nesse país e em todo o sudeste asiático. Uma revisão (2015) propôs o mecanismo de ação anti-inflamatória e antioxidante da curcumina: ativação do fator de transcrição Nrf2, associado com a transcrição de enzimas antioxidantes e modulação da resposta inflamatória, bloqueando a ação de citocinas pró-inflamatórias, como o TNF-alfa.

Outra revisão sistemática (2017) reúne diversos estudos do impacto da curcumina na melhora de diversos parâmetros da síndrome metabólica, como melhora da sensibilidade à insulina, supressão de adipogênese e redução da pressão arterial. Além disso, essa mesma revisão trouxe o resultado de uma meta-análise que identificou redução das concentrações séricas de proteína C reativa, um marcador de inflamação, após a suplementação com curcumina.

Kunnumakkara et al. (2017) levantaram diversos estudos que utilizaram a suplementação de curcumina em diferentes condições, como depressão, níveis de PSA elevados, hipertrigliceridemia, entre outras doenças, mostrando que, na grande maioria, houve melhora dos quadros, comprovando assim seus efeitos.

E qual a associação com a pimenta-preta? É que nessa especiaria se encontra um composto chamado piperina, que tem capacidade de aumentar a absorção e biodisponibilidade da curcumina nos seres humanos, maximizando os efeitos dessa substância maravilhosa em nosso corpo!

Immuno Resist é um produto da linha Clinical Series da New Millen que já possui em sua composição a cúrcuma e a pimenta-preta. Com apenas 1 sachê ao dia você propicia muito mais saúde ao seu corpo! Acesse o site e saiba onde encontrar:

Referências
HE, Y. et al. Curcumin, inflammation, and chronic diseases: How are they linked?. Molecules., v. 20, p. 9183-9213, 2015.
KUNNUMAKKARA, A. B. et al. Curcumin, the golden nutraceutical: multitargeting for multiple chronic diseases.  Br J Pharmacol., v. 174, n. 11, p. 1325-1348, 2017.
HEWLINGS, S; KALMAN, D. Curcumin: A Review of Its’ Effects on Human Health. Foods., v. 5, n. 10, 2017.
PRASAD, S. et al. Recent developments in delivery, bioavailability, absorption and metabolism of curcumin: The golden pigment from golden spice. Cancer Res. Treat., v. 46, p. 2-18, 2014.

Related Post
Cúrcuma em cápsulas: entenda as vantagens de sua utilização!
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *