A praticidade em repor energia e eletrólitos faz com que o gel de carboidrato seja geralmente um recurso ergogênico escolhido por atletas em provas de competições longas e treinos de alta intensidade e duração. Com muitas vantagens ao esportista, esse suplemento contribui para a melhora da performance e redução da fadiga física durante maratonas e treinamentos.

O suplemento em forma de gel é comumente encontrado com a composição de carboidratos de diferentes tipos de absorção, associados a eletrólitos (sódio, potássio) para evitar câimbras e repor, de forma adequada, esses nutrientes perdidos pelo suor. Estudos apontam os efeitos fisiológicos que a suplementação pode promover em atletas de elite.

Para isso, um estudo (HARPER et al., 2016) investigou os efeitos de desempenho esportivo com a suplementação de géis de carboidratos e eletrólitos a jogadores de futebol que realizaram um teste extra de 30 minutos de exercício específico da modalidade, após os 90 minutos de jogo.

Um total de 8 jogadores de uma academia inglesa realizaram 120 minutos de exercícios específicos para o futebol em duas ocasiões, enquanto consumiam bebidas com eletrólitos líquidos, antes do exercício, no intervalo e após 90 minutos. Foram divididos em um grupo que utilizou gel com eletrólitos e carboidratos e outro com gel placebo sem energia. A avaliação foi realizada através de amostras de sangue antes do exercício, no intervalo e a cada 15 minutos durante o exercício. Os desempenhos físicos (velocidade de sprint de 15 e 30 metros, altura de salto de manutenção e contramovimento) e técnico (drible de futebol) foram avaliados ao longo de cada tentativa.

Nos resultados, os autores observaram que a suplementação com géis eletrolíticos de carboidratos melhorou a precisão do drible e aumentou as concentrações de glicose no sangue, durante o prolongamento do jogo (30 minutos extras), evidenciado o aporte extra de energia da suplementação. A osmolaridade plasmática e as concentrações de sódio no sangue aumentaram após o exercício. Sendo assim, pôde-se concluir que a ingestão de gel com eletrólitos de carboidratos eleva a oferta de glicose que será convertida em mais energia, além de melhorar o desempenho esportivo em modalidade de alta intensidade, como o futebol.

REFERÊNCIAS

HARPER, L. et al. Physiological and performance effects of carbohydrate gels consumed prior to the extra-time period of prolonged simulated soccer match-play. J Sci Med Sport., v. 19, n. 6, p. 509-14, 2016.

HOFMAN, D. et al. Nutrition, Health, and Regulatory Aspects of Digestible Maltodextrins. Critical Reviews in Food Science and Nutrition, v, 56, p. 2091-2100, 2016.

JEUKENDRUP, A. E. Carbohydrate intake during exercise and performance. Nutrition, v. 20, p. 669-677, 2004.

JOHNSON, R. K. et al. Dietary sugars intake and cardiovascular health a scientific statement from the american heart association. Circulation, v. 120, p. 1011-1020, 2009.

SHI, X. et al. Water and solute absorption from carbohydrate-electrolyte solutions in the human proximal small intestine: a review and statistical analysis. Int. J. Sport Nutr. Exer. Metabol., v. 20, p. 427-442. 2010.

FONTAN, J. et al. O uso do carboidrato antes da atividade física como recurso ergogênico: revisão sistemática. Rev Bras Med Esporte, v. 21, n. 2, p. 153-157, mar. 2015.

Related Post
Suplementação com nitrato e suas implicações no desempenho de exercícios
Suplementação de glutamina em treinos exaustivos e prolongados
Suplemento de palatinose: mais disposição e energia nos treinos!
Colágeno hidrolisado na estética e performance
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *