No âmbito esportivo, é cada vez mais comum o consumo de alimentos/substâncias ergogênicos, isto é, produtos cujo objetivo é maximizar o desempenho a fim de melhorar a performance nos treinos e nas competições.

Recentemente, alimentos à base de nitrato têm sido associados ao aumento do rendimento em diversos esportes. O suco de beterraba industrializado, por exemplo, é apontado como uma bebida com alto potencial ergogênico em razão da elevada concentração de nitratos em sua composição e ao resultado positivo na melhora do desempenho em testes físicos. A beterraba é um vegetal rico em nitrato, elemento que, após a metabolização, disponibiliza, na corrente sanguínea, óxido nítrico (NO). Este, por sua vez, é um gás capaz de reduzir a pressão sistólica por meio do mecanismo de vasodilatação. Outros benefícios da ação do NO no organismo incluem a diminuição da agregação plaquetária e o aumento da eficiência mitocondrial.

Especificamente em atletas, a literatura tem visto que o NO produzido a partir da suplementação dietética de nitrato é capaz de agir na função mitocondrial, otimizando a produção de oxigênio durante a prática de exercícios. Alguns trabalhos apontam, ainda, que a suplementação com nitrato foi capaz de aumentar o tempo de exaustão durante exercícios de alta intensidade, melhorar a performance e reduzir significativamente o consumo de oxigênio pulmonar.

Em estudo de Nogueira e Viebig (2015), os autores avaliaram os efeitos ergogênicos do consumo do suco de beterraba no desempenho de atletas adolescentes praticantes de handebol. As atletas, divididas entre grupo placebo e grupo que recebeu o suco, realizaram teste de performance três horas após o consumo das bebidas. De acordo com os resultados, o consumo de suco de beterraba horas antes do esforço físico se mostrou eficiente na melhora do desempenho esportivo, com redução de 2,3% no tempo de execução do teste em comparação ao grupo que não tomou o suco.

Em dissertação de Bezerra (2017), o objetivo foi verificar o efeito da suplementação com nitrato dietético, na forma de suco de beterraba, como forma de potencializar a resposta pressórica pós-exercício em indivíduos homens normotensos e com obesidade. Os indivíduos foram divididos em três grupos e realizaram exercício do tipo aeróbio moderado por 40 minutos. Os resultados mostraram que a suplementação com suco de beterraba aumentou significativamente a concentração de NO plasmática e foi capaz de reduzir a pressão arterial pós-exercício.

Dessa forma, a suplementação dietética com nitrato, quando realizada sob orientação profissional, consiste em um instrumento eficiente para aumentar a performance física, reduzir a fadiga muscular, melhorar a vasodilatação e gerar energia de forma mais eficiente.

REFERÊNCIAS

BEZERRA, A.D.L. Efeito da suplementação de nitrato dietético na forma de uma dose aguda de suco de beterraba na resposta pressórica pós-exercício em homens com obesidade. 2017.93 fls. Dissertação (Pós-Graduação em Nutrição) – Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.

GHIARONE, T. et al. Suplementação de nitrato e sua relação com a formação de óxido nítrico e exercício físico. Acta Brasileira do Movimento Humano, v. 4, n. 4, p. 103-35, jul. 2014.

NOGUEIRA, T.R.; VIEBIG, R.F. Efeitos ergogênicos do consumo de suco de beterraba em adolescentes do gênero feminino praticantes de handebol. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 9, n. 56, p. 635-42, nov. 2015.

Related Post
Suplementação de glutamina em treinos exaustivos e prolongados
Suplemento de palatinose: mais disposição e energia nos treinos!
Recursos ergogênicos e performance esportiva
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *